politica
COMUNICADOR A SERVIÇO DO PSDB LEVA CHUVA DE CRITICAS NA FRONTEIRA
Data da publicação: 30-08-2016 6:46:25
“Radialista” a serviço dos tucanos ataca Imprensa fronteiriça e leva chuva de criticas dos profissionais sérios.

Considerado um comunicador puxa-saco e sem moral, por mudar de lado após dormir nos braços da atual administração, ante o desespero e ao não conseguir desviar a atenção da população sobre uma pesquisa divulgando que o candidato Hélio Peluffo Filho (PSD) estaria com vantagem para vencer as próximas eleições, que foi posta em duvida pelo próprio candidato a vice-prefeito, durante seu uso da tribuna na Câmara de Vereadores e divulgada em vários meios de comunicação, iniciou críticas pesadas contra toda a imprensa de Ponta Porã, possivelmente a mando da coordenação de campanha ao não conseguir manter Hélio Peluffo Filho na liderança como mostra a pesquisa, já que o candidato a prefeito do PSDB estaria em queda livre nas intenções de votos a raiz das comparações realizadas entre a administração Kayatt e a atual administração.

Segundo informações o "comunicador" teria afirmado que a divulgação de uma suposta pesquisa feita pelo jornal do PSD teria provocado a “desespero” dos adversários, dos “tucanos mentirosos” classificação dado ao candidato a prefeito Hélio Peluffo e aos integrantes do PSDB pelo agora candidato a vice e que caiu na boca do povo de Ponta Porã, onde nas rodas de terere se comenta a situação, o que tem distanciado Hélio dos eleitores que ate então acreditava em sua proposta, em Ponta Porã, onde por três vezes os eleitores já negaram um mandato para Hélio Peluffo Filho, que tenta pela quarta vez ser eleito prefeito, fato este que dificilmente conseguirá nas urnas, devido a sua atuação.

Já o radialista a serviço dos tucanos, ao realizar suas afirmações, pretendia denegrir a imagem de meios de comunicação sérios desta parte do País. Ao serem questionados sobre o ataque desferido em seu “blog”, vários Jornalistas preferiram não se manifestar publicamente, já que consideram perda de tempo, pois consideram o radialista fraco, tendencioso e sem credibilidade.


Comentar desde tu Facebook