Policiais
Droga apreendida em Ponta Porã é a maior feita em MS, totalizando quase 23 toneladas
Data da publicação: 20-06-2017 15:55:39
A apreensão foi feita na Linha Internacional, entre Pedro Juan Caballero e Ponta Porã.

Ontem a noite, dia 19, a PRF - Polícia Rodoviária Federal fez a apreensão de um caminhão que a principio estaria carregado com farelo de soja, porem, após averiguação por parte dos policiais, constatou-se que na carga havia 12 toneladas de maconha mais 220 quilos de skank, que é um tipo de maconha mais potente. A apreensão ocorreu na Linha Internacional, entre Pedro Juan Caballero e Ponta Porã. O caminhão era conduzido por Jean Carlos da Silva.

Feita a pesagem total da maconha apreendida, constatou-se a totalização de 22.649 quilos da droga, sendo essa a maior apreensão feita no estado de Mato Grosso do Sul e a segunda maior no Brasil, perdendo apenas para a apreensão que ocorreu em Porto Camargo, no Paraná que totalizou 24 toneladas.

Por volta das 14h dessa terça-feira, dia 20, o delegado da Polícia Federal Glauber Fonseca de Carvalho, recebeu jornalista para uma coletiva na sede da PF em Ponta Porã e em entrevista ao Pontaporainforma falou acerca da vultuosa apreensão de drogas, lembrando que a Polícia federal recebeu informação, fez outras pesquisas com cruzamento de dados e a Polícia Rodoviária Federal fez a parte operacional de abordagem do veículo, logrando êxito em encontrar grande quantidade de maconha e skank (maconha com nível maior de THC).

"Agora estamos fazendo a parte de formalização da prisão em flagrante do motorista. A maconha esta sob uma carga de soja e na parte dessa manhã os policiais se dedicaram a retirar essa carga para ter acesso somente a substância ilítica", afirmou o delegado Glauber Fonseca de Carvalho.

O motorista, informalmente disse que a droga é oriunda do Paraguai tanto que ficou aguardando o carregamento, entretanto o interrogatório formal será realizado pelo delegado de Polícia Federal para a formalização do flagrante. De acordo com o motorista, a droga seria levada para São Paulo.

Ultimamente está acontecendo um grande volume de apreensão de drogas, onde o delegado disse que em regra é comum que nesses meses de junho e julho, a incidência de apreensão de maconha cresça, em razão da colheita no país vizinho.

 

Comentar desde tu Facebook